Caso de Dengue confirmado em Palmeira que se mobiliza

0
58

A secretaria de Saúde emitiu nota, por meio da assessoria de comunicação, pedindo ajuda à população para combater o mosquito Aedes aegypti. As temperaturas mais altas e o clima chuvoso, com o acúmulo de água, é ambiente favorável para o desenvolvimento do mosquito transmissor de doenças. Dentre elas, a dengue, zika e chikungunya.

No combate, o departamento de Saúde de Palmeira conta com o auxílio da população. “A prevenção é tudo”, destacou Jean Carlo das Almas, chefe de Atenção Integral à Saúde. “Precisamos da ajuda da população para eliminar os criadouros do Aedes aegypti, ou seja, todos os locais que acumulem água parada. Esses ambientes são propícios para que a fêmea do mosquito bote os ovos e gere novos mosquitos”, explicou.

Em 2019, o setor de Epidemiologia de Palmeira já recebeu três casos relacionados à dengue. Um deles foi confirmado e dois ainda estão em análise. “O caso confirmado foi de uma pessoa que viajou para outro município, foi infectada, retornou para Palmeira com os sintomas, foi investigada e teve o diagnóstico”, relatou Jean Carlo.


Agente de Endemia de Palmeira, foto Daymon Grocheviski/Prefeitura de Palmeira

Esse caso confirmado gera um alerta para os palmeirenses e região. De acordo com a secretaria, para auxiliar a população, agentes de endemias, com identificação da prefeitura, circulam por bairros e realizam visitas em domicílios e comércio. O objetivo é orientar quanto à eliminação dos criadouros do Aedes aegypti.

“Quem estiver com febre alta, dor nas articulações, dor no corpo e mal-estar geral deve procurar a unidade de saúde mais próxima de sua casa para realizar diagnóstico. Se o caso for suspeito de dengue, zika ou chikungunya, o médico já pode realizar todas as intervenções necessárias”, acrescenta Jean Carlo.

Com informações da assessoria da prefeito e foto Daymon Grocheviski/Prefeitura de Palmeira

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome