Joia 2019: máquina de fazer gols na base, Kaio Jorge quer deixar de ser promessa no Santos

Atacante garante motivação em si próprio para ganhar mais oportunidades em 2019

0
63

Kaio Jorge foi um dos seis jogadores promovidos da base do Santos ao elenco profissional em 2018. O atacante ganhou notoriedade por ter sido uma máquina de fazer gols no sub-17. Agora, a nova joia buscará espaço no time de Jorge Sampaoli.

Kaio Jorge foi chamado ao grupo principal pelo então técnico Cuca, em setembro. A promessa ganhou alguns minutos na vitória contra o Athletico, na Vila Belmiro, pelo Brasileirão. Porém, o entrave no primeiro contrato profissional fez com que o atacante não disputasse mais nenhum jogo com a camisa do Santos.

Após muita confusão, o pai do garoto, Jorge Ramos, e a diretoria do Santos entraram em um acordo. Kaio Jorge comemorou, e espera a confirmação de seu empresário, Giuliano Bertolucci, para assinar seu primeiro contrato profissional com o clube.

+ Ler mais notícias do Santos

Santos x Atlético-PR Kaio Jorge — Foto: Reprodução/Instagram

Santos x Atlético-PR Kaio Jorge — Foto: Reprodução/Instagram

Personalidade

Kaio Jorge sempre mostrou personalidade. O pai já contou ao GloboEsporte.com que, aos 12 anos, o menino passava pelo muro do CT Rei Pelé – que tem imagens de diversos ídolos do Santos – e sonhava em ter seu desenho quando fizesse história pelo clube.

– Preciso conquistar a torcida com meu futebol, fazer muitos gols e procurar fazer história para estar no muro do CT Rei Pelé – falou Kaio Jorge.

Kaio Jorge com Carlos Sánchez, em partida contra o Athlético Paranense — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Kaio Jorge com Carlos Sánchez, em partida contra o Athlético Paranense — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Confiança em Sampaoli

O técnico Jorge Sampaoli já conquistou a confiança da torcida santista e parece que a do elenco também. Kaio Jorge está motivado para trabalhar com o argentino, que assinou contrato com o Peixe por dois anos. As filosofias do comandante e do clube casam. O DNA ofensivo do Santos tem tudo para retornar em 2019.

– Pode esperar um bom trabalho do professor Sampaoli. Ele é um uma pessoa muito inteligente. Tenho certeza que ira nós ajudar muito – disse o centroavante.

Referência divina

Mesmo com personalidade em admitir que tem inspiração em si próprio para se tornar o futuro camisa 9 do Peixe, Kaio Jorge também admira Ricardo Oliveira, centroavante bicampeão paulista pelo clube em 2015 e 2016 e atualmente no Atlético-MG.

Oliveira sempre foi visto como uma referência aos jovens da base, no CT Rei Pelé. O atacante sempre conversava e aconselhava os novos Meninos da Vila, casos de Rodrygo e Yuri Alberto.

– Além de ser um atleta de verdade, ele é uma grande pessoa fora de campo também. Eu admiro muito o jeito dele jogando. Vou continuar trabalhando forte para estar preparado quando chegar nos jogos – explicou.

Concorrência

Kaio Jorge vai disputar vaga em 2019 com Felippe Cardoso, que terminou o ano em alta, Yuri Alberto, outra joia da base, e Eduardo Sasha, que já foi improvisado em algumas oportunidades com Jair Ventura e Cuca.

Além disso, o Santos segue no mercado. O presidente José Carlos Peres já fez uma primeira proposta por Emmanuel Gigliotti, centroavante do Independiente, da Argentina, mas ouviu um “não” dos dirigentes argentinos.

– Estou bem tranquilo em relação a isso. São três atacantes com um grande potencial, vai ser uma disputa sadia. Jogará quem estiver melhor – disse o atacante.

Como está a joia 2018?

GloboEsporte.com acertou a previsão, e Rodrygo explodiu em 2018. O atacante ganhou a titularidade do Santos rapidamente, marcou gols, e conquistou a trocida santista com seus dribles. Ele foi vendido ao Real Madrid em junho deste ano, por 45 milhões de euros (cerca de R$ 173 milhões à epoca).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome